Assinatura do protocolo entre o Município de Alcanena e o clube de Karate Amicale de Alcanena

Reconhecendo a importância do movimento associativo e as atividades que promovem no desenvolvimento e valorização do concelho de Alcanena, o Município de Alcanena apoia e incentiva as associações e restantes entidades na prossecução dos seus objetivos.

Presidente Jorge Cardoso na assinatura do protocolo

Presidente Jorge Cardoso na assinatura do protocolo

Neste sentido, foram assinados, no dia 9 de março, às 16:00h, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, dois protocolos de colaboração entre o Município de Alcanena e as seguintes associações:
– Clube de Karaté Amicale de Alcanena (associação que tem por fim a prática de atividades físicas, incluindo formação);
– Clube de Caça e Pesca de Minde (associação que tem por fim fomentar a caça e a pesca de forma organizada, segundo a legislação em vigor, promover atividades desportivas ligadas ao setor e contribuir, dentro do possível, para o enriquecimento cinegético nacional) e Comissão Administrativa da Igreja de Nossa Senhora da Guia – Vale Alto (entidade que tem por fim a guarda, conservação, aumento e defesa de bens, valores e interesses que estão confiados à Igreja de Vale Alto, paróquia de Minde).

O Município de Alcanena reconhece a importância das atividades que as mencionadas entidades têm vindo a efetuar, no sentido de dinamizar a Comunidade onde se inserem.

Assim, os protocolos celebrados a 9 de março têm como objeto a cedência, pelo Município de Alcanena, às entidades suprarreferidas, dos imóveis onde funcionavam as Escolas do 1º CEB de Filhós (ao Clube de Karaté Amicale de Alcanena), e de Vale Alto (ao Clube de Caça e Pesca de Minde e à Comissão Administrativa da Igreja de Nossa Senhora da Guia – Vale Alto).

Esta cedência tem por fim a instalação das sedes das referidas entidades, para desenvolvimento de atividades que se enquadrem nos seus objetivos estatuários, podendo ambos os edifícios ser utilizados para a realização de outra(s) atividade(s) do interesse sociocultural da comunidades, desde que previamente acordada com ambos o outorgantes.

Os protocolos têm a duração de 1 ano, renovando-se automática e sucessivamente, nas mesmas condições, por iguais períodos, salvo se for denunciado por qualquer das partes, entrando em vigor na data da sua assinatura.

Fonte: http://www.cm-alcanena.pt
Anúncios